Conheça o significado das nomenclaturas da lente que você deseja adquirir.

Conhecimento importante para adquirir equipamentos novos ou seminovos.

 

46

105mm – Lente Macro

N: Tratamento Nano Crystal que reduz reflexos da luz que incide na superfície das objetivas.

AF-S: Sistema de focalização embutido com ondas silenciosas que agilizam o autofoco. As objetivas AF-S são essenciais para ouso em DSLRs que não possuem motor de foco e não funcionam bem em câmeras mais antigas, já que as lentes não têm anel de abertura.

D/G: Lentes autofoco que informam ao corpo a distância entre a câmera e o assunto. As lentes G não tem anel de abertura do diafragma(controlado eletronicamente), o que impossibilita o uso em câmeras manuais antigas.

ED: Construção óptica com elementos extra de baixa dispersão, que oferecem ganhos em nitidez e minimizam aberrações cromáticas.

ASF: Objetiva com lentes esféricas, que minimizam anomalias na imagem.

CRC: Sistema que aprimora a qualidade da imagem com o foco em pequenas distâncias. Bastante utilizado em lentes olho de peixe e grande angular.

IF: Lentes com focagem interna, que não alteram o tamanho com o funcionamento do foco.

DC: Controle de desfocagem, que permite ao fotógrafo alterar o grau de desfoque (bokeh) no primeiro plano ou no plano de fundo.

RF: Sistema de foco a partir dos elementos traseiros da lente, que torna o autofoco mais rápido.

VR: Redução de vibração, que minimiza problemas de nitidez em fotos feitas com velocidades de disparo baixas. Permite trabalhar com até três pontos abaixo da velocidade recomendada pela distância focal.

Share: